MINDSET, HONESTIDADE INTELECTUAL, AS FAKE NEWS E SUA VOZ NO MUNDO

ago / 08

MINDSET, HONESTIDADE INTELECTUAL, AS FAKE NEWS E SUA VOZ NO MUNDO

By / admin / 0

 

Em tempos de fake news, qual é a importância de garantirmos a integridade de nossa própria voz? O que isso tem a ver com honestidade intelectual? Como tudo isso pode afetar meu negócio?

Ao responder essas perguntas, deparei-me diretamente com a questão do Mindset.

Mindset tem a ver com sua forma de pensar as coisas, fazer as coisas, seu comportamento e atitudes. A especialista no tema, Carol Dweck, nos explica que cada pessoa constrói de modo singular, seu próprio modelo mental, embora haja alguns, os quais independentemente às nuances, possamos identificar em  determinados grupos: pessoas com Mindset Fixo e pessoas com Mindset de Crescimento.

Pessoas com Mindset Fixo são pessoas cujo modelo consiste em uma certa inflexibilidade em relação às pessoas, às culturas, à diversidade cultural, um exemplo, são pessoas que acreditam no “dom”, na “genialidade” como qualidades natas. São pessoas que tendem a não assumirem responsabilidade de seus atos, geralmente quando se trata de algum erro. Se justificam e tendem a empurrar os erros com desculpas externas.

Falo aqui do lugar de Practitioner, mas também quero reforçar o lugar da análise multicultural e pós-moderna da identidade na perspectiva cultural de Stuart Hall, um notável pesquisador, intelectual crítico da cultura e realidade.

Stuart Hall talvez veria uma aproximação do Mindset Fixo com seu Conceito construído de = Sujeito do Iluminismo – concepção de identidade fixa, nata, visão individualista e inflexível a respeito da realidade.

Parafraseando Carol Dweck, o Mindset de Crescimento, refere-se a pessoas que ao contrário, acreditam que  todos constroem ao longo da vida, suas habilidades, e portanto acreditam e apreciam a singularidade de cada um, não importa seus valores, suas crenças. O Mindset de Crescimento, aceita e valoriza o talento alheio e entende um erro como resultado, pensando imediatamente em como poderá melhorar esse resultado. Não transfere a culpa, aliás nem tem o foco na definição de culpados, pois é focado em melhoria, não importa se essa melhoria tenha de partir de si mesmo.

Mas, o que isso tudo tem a ver com honestidade intelectual? Acreditamos que quem tem honestidade intelectual em suas produções, em suas falas, tem também o perfil de Mindset de Crescimento, pois são pessoas dedicadas à construção, não importa a área de Conhecimento e/ou aplicação. São pessoas que valorizam a autoria e entendem que em cada um, mora uma interpretação da realidade.

Pessoas com Mindset de Crescimento, não são julgadoras, são abertas a compreender perspectivas diferentes, mas o fazem com senso de justiça, com senso de veracidade. Quando pega uma informação que faz sentido para si, mas que de alguma forma envolva julgamento de terceiros, primeiramente, checa essa informação. Isso funciona como um verdadeiro filtro em relação às fakenews, tendo em vista que geralmente as fake news são produções montadas e pensadas para viralizar para o maior número de pessoas com o intuito de conduzir mentalidades, de manipular opiniões – utiliza-se inclusive gatilhos mentais importantes para que as pessoas reajam com a emoção e compartilhem sem pensar muito na ação.

Quem tem Mindset de Crescimento, provavelmente valoriza mais sua própria autoria, sua construção e possui sua preocupação direcionada à produção, não ao repasse de informações. Portanto, pode ser improvável que pessoas com esse Mindset repassem informações e percam oportunidades de ascender sua autoria, sua voz. Em tempos de fake news, a honestidade intelectual faz permanecer íntegra a sua voz.

São princípios da honestidade intelectual:

1- Checar a veracidade das informações e se utilizá-las, sempre atribuir a autoria de terceiros, seja o conteúdo uma frase, um texto, um “método”, um “procedimento de trabalho”.

2- É cultivado um pensamento crítico, no sentido de desconfiar de argumentos os quais se concorda facilmente e confiar que possa existir verdade em argumentos que a princípio não se aproximam dos valores pessoais.

3- Não se omite dados referente ao pensamento de autores e há um cuidado para não se distorcer a produção alheia. Essa atitude está aproximada ao fazer ciência. Geralmente é um cuidado de quem produz conhecimento científico com fidedignidade, incorpora conceitos, mas atribui a devida autoria do texto/conceito utilizado, com as devidas citações.

A pergunta é: como você quer construir sua identidade e a identidade de seu negócio, perante a percepção alheia?

Pense nisso com carinho enorme à sua biografia. Por aqui, acreditamos que cada um tem uma história pessoal construída, linda para contar!

Foto de Ryoji Iwata em Unsplash, Video, Pexels

Cinthia Guidini

Siga-nos nas redes @collettivita

 

    Leave a reply

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese